BUTÔ DE BÊBADO NÃO TEM DONO

“Butô De Bêbado não tem dono” começou como uma frase lançada numa das conversas do grupo Alvenaria, em fins de 2010. Enquanto falávamos sobre corpo em crise, sobre desequilíbrio, sobre divisas e contornos borrados, sobre o corpo repleto de sombras da dança Butô e olhávamos para a Praça Castro Alves, para o começo da Av. Carlos Gomes, reconhecendo esses mesmos desequilíbrios, crises, sombras e borrões na ebriedade dos corpos da noite do centro da cidade, alguém pronunciou, “Butô de Bêbado não tem dono”. Passamos um bom tempo auscultando essa frase, até chegarmos nos corpos e situações experimentados durante as três apresentações nos bares Colon e Líder, em março de 2012.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s