Fluxos do Butô: experiências do amor e da morte

Esvaziar,

deixar escorrer,

transpassar,

água, fogo, vento, olhar

em forma-disforme

pelos milhares de buracos que somos

Máscaras cairão

Faltarão cair

E todas podem ser retiradas?

Sei,

que rocei o outro neste abismo

Encontrei o outro ao detonar algumas máscaras

e ao sugerir ao outro que também o fizesse

sendo, causando

estou num entre-lugar

cordeiro,

encarnado,

cristo cruel

vivo uma morte encarnada

uma boa morte

transformação

Em estado de trans(ito)

Embriaguei-me tanto de outros

Em tantos encontros

Vários de mim

Ressaca de mim…

Emergindo de nanã

encontrando com euá

com um vislumbre de amar

Pelo vinho, morte e vida,

pelo vazio, pelo encontro

por Baco, em Cristo,

com a graça de Exú

e ainda

Morrer

Morrer

Esvaziar

Liliana Matos

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s